Na última publicação, falei sobre o porquê gerenciar riscos em projetos, e através de exemplos, mostrei o que é gerência de riscos e suas vantagens.

Hoje vou falar sobre uma ferramenta para o planejamento do projeto, e que ajudará muito no monitoramento, RBS (Risk Breakdown Structure). Seu conceito é muito simples, e quem conhece a EAP (WBS), não terá dúvida alguma em usá-la.

Mas o que é uma RBS?

RBS, ou EAR (Estrutura Analítica de Riscos), é um agrupamento orientado à origem do risco, que organiza, de forma estruturada, classifica e define a exposição dos riscos identificados do projeto ou negócio. Esta estrutura é idêntica à Estrutura Analítica do Projeto (EAP).

Em qualquer projeto ou negócio, os riscos possuem várias origens, tais como: Riscos de ordem técnica; gerenciamento; ambiente, comercial, … Diante a tantas incertezas e possíveis variáveis que poderão ocorrer durante o projeto, o gerenciamento de risco se tornou essencial, mas com o aumento natural da quantidade de possíveis riscos, tamanho e complexidade dos projetos, ao longo do tempo, ficou cada vez mais difícil gerenciar as enormes listas de riscos geradas após o processo de identificação.

A RBS veio ajudar em alguns aspectos, onde, com a sua utilização, os riscos são categorizados para após serem priorizados.

Mas em que exatamente a RBS ajudou? Na análise qualitativa tradicional, a priorização dos riscos não indicava quais áreas necessitavam de maior atenção, ou em quais áreas estão concentradas a maioria dos riscos. Com isso gerenciar e priorizar uma enorme lista de riscos passou a ser trabalho árduo e nem sempre acontecia a priorização correta desses riscos.

A classificação de forma estrutura dos riscos dá um maior entendimento de como estão dispostos no projeto, como serão tratados e quais as melhores estratégias que deverão ser usadas. Essa estruturação favorece a definição e implementação de padrões de RBS para diversos tipos de projetos, tornando-se um guia para os novos projetos da organização, favorecendo a padronização e a linguagem comum entre os gerentes de projetos e demais partes interessadas (stakeholders).

Abaixo incluirei um pequeno exemplo de RBS.

rbs_exemplo.jpg

About these ads