Neste artigo, tenho a intenção de falar um pouco sobre o porquê do desenvolvimento de uma metodologia e padronização dos processos, documentos,  …

A cada dia, mais organizações adotam uma abordagem de gerenciamento de projetos, e os gerentes de projetos, cada vez mais capacitados e especializados. Por incrível que possa parecer, esta mudança pode levar a empresa ao que chamamos de caos no gerenciamento de projetos. Claro que deve-se levar em consideração o porte da empresa, dos projetos, entre outros aspectos.

Talvez não seja tão claro que ao ponto que uma organização possua profissionais qualificados (de forma individual) possa trazer problemas à organização. Na verdade, o problema é quando se encontram formas diferentes de tratar os projetos como: a linguagem, processos diferentes entre estes profissionais, e conseqüentemente a qualidade dos diversos produtos ou serviços gerados como resultado destes projetos.

Quando falamos de padronização, estamos falando de padronizar exatamente o quê?

A organização deve ter uma metodologia e processos para o gerenciamento de seus projetos, fazendo com que todos os seus gerentes de projetos, trabalhem da mesma forma, usem as mesmas de ferramentas, realizem os mesmo processos e gerem os entregáveis (deliverables) com a mesma qualidade.

A padronização levará ao aumento da qualidade, fará com que todos falem a mesma língua, leiam com todos os produtos gerados com total facilidade, por seguirem um padrão, mesmo que tenham sido escritos por outro profissional.

O resultado disso? Uma relação positiva entre o desempenho do ambiente de trabalho e os padrões definidos, onde todos os envolvidos como, o cliente, a empresa e os funcionários, ganham.