Hoje em dia muito se fala em MBTI (Myers-Briggs Type Indicator) na área de gerenciamento de projetos. Apesar de aparentemente novo, é utilizado em torno de 60 anos na identificação de perfis psicológicos e de características pessoais.

Criado nos anos 50, por Katharine Cook Briggs e Isabel Briggs Myers, mãe e filha respectivamente, baseado nos trabalhos sobre tipos psicológicos de Carl Jung. Este indicador é freqüentemente utilizado na área de identificação e orientação profissional (treinamento em liderança, desenvolvimento pessoal, pedagogia, dinâmica de grupo, entre outras). Com este indicador, as pessoas aprendem a identificar suas características, pontos fortes e fracos, e tipos de trabalhos mais adequados ao seu perfil.

 Podemos então nos perguntar: Por que o MBTI está em alta em gerência de projetos? Apesar de existirem muitos fatores que podem ser observados com a intenção de justificar seu uso, a resposta é muito simples.

De forma bem resumida, podemos citar a definição básica de sucesso em um projeto “Concluir um projeto dentro do orçamento estimado, tempo e qualidade”. É quando podemos perceber que tudo se resume no melhor uso dos recursos disponíveis para que o projeto termine com sucesso.

Então, como podemos acreditar que um projeto poderá ser concluído com sucesso onde no ambiente do projeto existem pessoas insatisfeitas, seja com seu cargo ou posição, reconhecimento, atividades, ou até mesmo remuneração?

É fácil perceber e entender que o ambiente de trabalho deve ser saudável e quando nos conhecemos e conhecemos as pessoas de nossa equipe, existe naturalmente a possibilidade de alocarmos as pessoas em posições, cargos e atividades onde irão produzir de forma mais confortável, conseqüentemente, melhorando a produtividade e a qualidade do produto do projeto. Com o passar do tempo da execução do projeto, será percebida uma redução também no custo, pois teremos uma fórmula simples como: melhor qualidade, menor tempo para a execução e menor quantidade de retrabalho, resultando em menor custo com melhor satisfação do cliente.