Dando continuidade ao assunto Escritório de Projetos, mostrarei um aspecto muito importante, mas que tem recebido maior atenção apenas nos últimos anos, que é o gerenciamento do conhecimento do projeto.

Não podemos esquecer um dos principais papéis do escritório de projetos, de integrar todas as áreas de conhecimentos, bem como recursos, áreas de negócios, para os diversos projetos da organização.

É sempre importante lembrar a afirmação de Kaplan & Norton: “O que não é medido não pode ser gerenciado”. Diante disto, além das métricas de tempo e financeiras, é importante também gerenciar o conhecimento adquirido no projeto, e a partir destes conhecimentos, melhorar os processos, capacitação, e principalmente não cometer mais os mesmos erros nos próximos projetos.

Com o início do gerenciamento do conhecimento e seu amadurecimento ao longo do tempo, será viabilizada uma série de funções ao escritório de projetos, antes muitas vezes desconhecidas, tais como:

  • Desenvolvimento de relatórios de desempenho, apenas viabilizados com medições e com o gerenciamento efetivo das informações e conhecimento gerado;
  • Desenvolvimento de sistema de informações efetivo e não apenas para o projeto, mas para a carteira de projetos;
  • Melhora na integração e colaboração entre gerentes de projetos, equipes de projetos e demais partes interessadas (stakeholders);
  • Implementação de um gerenciamento de conhecimento dos projetos através de uma biblioteca de referência;
  • Melhor utilização dos recursos humanos e materiais;
  • Melhoria nos processos e ambiente da organização para projetos e operações;
  • Promove o aprendizado organizacional entre os gerentes de projetos.